Crea a tú ruta
Eventos do mes
L
M
M
X
V
S
D
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31    
Hoxe é 23 de Outubro do 2018
Ruta do Viño Valdeorras > Novas > As rotas do vinho de....

As rotas do vinho de Galiza convidam-nos a desfrutar do enoturismo em Galiza com alma, corazão e vinho

RRSS-enoturismo-graficas-copy-07_web.jpg

"Aqui o vinho bebe-se e vive-se". Seguindo esta máxima e com o objectivo de destacar um enoturismo mais experiencial, esta manhã apresentava-se na Pousada duas Reis Catálicos a campanha "Alma, Coração e Vinho" de Enoturismo Galiza, a marca paraguas baixo a que se agrupa a oferta enoturística das cinco rotas do vinho de Galiza.

A campanha nasce da pergunta de que é o que diferencia ao enoturismo em Galiza do que se pode desfrutar em outras partes de Espanha ou do mundo. As paisagens do vinho, os detalhes na cada elemento, desde a elaboração à garrafa, a busca da qualidade e o delicado equilíbrio entre a tradição e a inovação, sem esquecer todo o património tangível e inntangible que rodeia a cultura do vinho num território que agrupa cinco denominações de origem vitivinícolas são alguns dos elementos nos que gira esta campanha, que permitirá começar a incrementar a visibilidade da marca Enoturismo Galiza, criada faz três anos dentro do concurso de ideias para sócios do Clúster Turismo de Galiza.

Marca generadora de sinergias

Impulsionada pelas cinco rotas do vinho em colaboração com o Clúster Turismo de Galiza e com Turismo de Galiza, Enoturismo Galiza é uma marca paraguas baixo a que se agrupa a oferta enoturística das cinco rotas do vinho galegas: Rias Baixas, Ribeiro, Valdeorras, Ribeira Sacra e Monterrei. O objectivo da iniciativa, que foi apresentada na edição passada de Fitur, é adoptar uma estratégia comum por parte das Rotas do Vinho que permitam dar a conhecer o património vitivinícola do território de forma conjunta, promovendo o enoturismo e a enogastronomía, especialmente face ao exterior, bem como gerar sinergias entre as cinco rotas.

Este foi, de facto, um dos aspectos que destacou o secretário do Clúster Turismo de Galiza, Cesáreo Pardal, que fez finca-pé na necessidade de estabelecer mais pontos de contacto entre dois sectores tão pujantes como o turismo e o vinho. "O enoturismo gera a cada vez mais interesse entre os viajantes, que procuram não só desfrutar de um alojamento, um vinho ou uma paisagem, se não conhecer de onde surge esse vinho, como se elabora e onde, viver uma experiência mais completa", explicou Pardal, que destacou o interesse que tem este segmento para o sector turístico galego, por sua grande capacidade de desestacionalización e de atração de um turismo de qualidade.

 18-09-2018
Compartir en